Cortando a franja sozinha

Oi gente!
Tudo bom?

Tinha postado há um tempo atrás no meu facebook pessoal e na fanpage do Bonita é Você (se você ainda não curtiu, é só clicar na caixinha aqui do lado –>) que eu finalmente tomei coragem e cortei minha própria franja sozinha :O

OMG, certo?

Para algumas pessoas isso é suuper comum, mas para mim ainda não.
Quem me conhece sabe que eu repito inúmeras vezes que não tenho interesse nenhum em ser cabeleireira. Nada contra, só acho que não é pra mim. Curto cuidar da beleza dos outros, levantar a auto estima, mas meu negócio mesmo é produzir pessoas para festas e eventos especiais.

Mas enfim, depois que aprendi a cuidar um pouco melhor do meu cabelo e a gostar dele como realmente é (ja fiz post sobre isso, lembram?) percebi que não ficava 100% satisfeita com algumas coisas que faziam nos meu cabelos.
Por exemplo, por um tempo curti luzes. Mas depois achei que danificavam muito os fios e o resultado não ficava mais bonito. Agora opto por tonalizantes (inclusive to pra tonalizar de novo).
Pode ser que daqui um tempo nem disso eu gostei mais e parta pra outra.

Franja foi uma coisa que eu sempre quis ter. Quando comecei, pedia pra fazerem de um determinado jeito mas ninguém tinha coragem, pelo meu cabelo ser cacheado e blablabla. E nenhum cabeleireiro continua tendo coragem, porque acha que eu não vou gostar. Só que não são eles que tem que escolher, certo? Eles podem dar a opinião, mas no final das contas quem escolhe e encara o resultado (se ficar bom ou ruim), sou eu.

Como estava insatisfeita, resolvi pesquisar bastante e cortar eu mesma.
Pro meu tipo de rosto e de cabelo, aquelas franjinhas na testa não combinariam. Meu rosto é bem pequeno e redondinho e tenho “pouca” testa, ou seja, ia esconder demais e não ia ficar bacana.
Por ter cachos, também não ia combinar e na primeira chuva essa franja ia encolher no meio da testa e ficaria ridícula! rsrs
Quem nunca viu aquela pessoa com franja de cachinhos na rua?

Ou seja, minha franja realmente tinha que ser longa mas não tão longa. Queria algo bem desfiado, em camadas, com mais volume de franja e com comprimento máximo até o queixo.

Falando em volume, esse era outro problema dos cabeleireiros: pegavam pouco cabelo pra fazer franja, ai ficava aquele fiozinho ridículo que eu não conseguia jogar pra trás. Bléh!

Pesquisei bastante no Youtube, blogs gringos, pinterest e etc…e quando me dá a louca, é de uma hora pra outra.
Fui na perfumaria, comprei a tesoura mais baratinha para cabelos (paguei uns R$15 nela, mas tem tesoura profissa de até R$400!), um pente bem fininho com cabo de metal pra dividir e fui pra casa!
Forrei a pia com uma sacolinha de mercado, penteie bastante o cabelo, dividi pra um lado, pro outro, tremia a mão, mas fui la!

Pra fazer essa franja, separei mais cabelo para aumentar o volume, medi o comprimento que queria e joguei para o lado OPOSTO ao que eu ia usar. Foi assim que eu vi no Youtube que daria o caimento que eu queria.
Depois que terminei, joguei para o meio e desfiei as pontas picotando com a tesoura voltada para cima.
Sei que é difícil de entender, mas vou ver se faço um vídeo da próxima vez.

Vamos às fotos?

Na primeira foto, logo antes de cortar pela primeira vez. Conseguem ver o “fiozinho” de franja e como estava sem movimento nenhum?
Na segunda foto, dias depois que cortei. Com caimento, jogadinha do jeito que eu queria e dando mais ângulo para o rosto. Achei até que deu uma afinadinha nas bochechas de Kiko😀
Na terceira foto com ela já bem crescida depois de quase dois meses. Franja é um negócio que perde o corte super rápido e vai ficando feia, com as pontas ressecadas, já estava insatisfeita de novo.
Passei a tesoura na quarta-feira, antes do jogo dos Hermanos.
E na última foto, ontem, depois de lavada e escovada. Bem melhor!

Ahhh sim, uma coisa importante: mesmo mantendo meu cabelo cacheado ao natural, preciso escovar a franja senão fica feia! Não gosto de deixar lisona escorrida, mas ela precisa ficar modelada.
Para secar, uso uma escova para modelar os cabelos (meio carinha, uns R$30), secador no máximo e seco de baixo pra cima, num movimento contrário, puxando em direção ao topo da cabeça. Deu pra entender? rs

Acho que é isso girls!
Eu gosto muito mais do jeito que minha franja é agora e pretendo continuar cortando-a sozinha!

E vocês? Tem alguma experiência assim?

Um beijo!
Thaís

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *